Promoção - TEMOS VAGAS 2024 | Lollapalooza

Após contrair COVID-19, Christopher Cross luta para voltar a andar

Redação 89

Após contrair COVID-19, Christopher Cross luta para voltar a andar imagem divulgação

O cantor americano Christopher Cross anunciou no início deste mês de abril que havia testado positivo para o novo coronavírus. Na ocasião, informou que estava recebendo o tratamento adequado em sua casa, mas classificou a COVID-19 como a  pior doença que já enfrentou em sua vida e pediu aos fãs que levem a pandemia a sério.

Ao longo do mês surgiram algumas informações de que o novo cornonavírus contraído por Christopher era tão severo que havia deixado ele paralisado. Nesta quinta-feira (30), o músico manifestou-se nas redes sociais através de um comunicado no qual esclarece seu atual quadro de saúde. Christopher explica que está em uma cadeira de rodas e destaca que enfrenta uma rara condição médica.

“Não fiquei paralisado por Covid; o vírus induziu uma síndrome muito rara chamada Guillain-Barré. A Síndrome de Guillain-Barré (GBS) é um distúrbio no qual o sistema imunológico ataca as células nervosas do sistema nervoso periférico. O GBS resultou em uma paralisia das minhas pernas, parte do meu rosto e dormência na ponta dos dedos. Foi uma situação terrivelmente difícil, mas tive a sorte de ter excelentes cuidados médicos e estou progredindo lentamente”, diz o texto do músico, que acrescenta que ele vem trabalhando com um fisioterapeuta para voltar a ter força muscular, condição que poderá ajudá-lo a voltar a andar novamente.

“Estar em uma cadeira de rodas me ensinou muito sobre paciência e resiliência, mas principalmente para contar minhas bênçãos. Sou grato a todos vocês que me apoiaram com seus desejos e orações. Acredite, eles tiveram um efeito positivo”, agradeceu.

No post que Christopher Cross publicou em seu Facebook há um link sobre a síndrome induzida pela COVID-19:



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS