Promoção - TEMOS VAGAS 2024 | Lollapalooza

Músico que apelidou COVID-19 de “histeria” morre vítima da doença

Redação 89

Músico que apelidou COVID-19 de “histeria” morre vítima da doença imagem divulgação

Landon Spradlin, um músico e pastor evangélico americano, morreu na última quarta-feira, dia 25 de março, aos 66 anos, após contrair a COVID-19.

Spradli ganhou destaque nacional em 13 de março, quando utilizou sua conta no Facebook para criticar a imprensa, que segundo ele, estaria gerando um clima de histeria, sobre o novo coronavírus.

Ele compartilhou um meme – considerado mais tarde como fake news pela rede – que comparou dados de mortes da COVID-19 com as da H1N1 e sugeriu que a mídia estava usando a crise para afetar o governo de Donald Trump.

Quatro dias depois, assim que realizou um culto na Carolina do Norte, o músico/pastor sentiu-se mal e foi imediatamente levado a um hospital, onde teve o diagnóstico do novo coronavírus. No dia seguinte, o quadro clínico de Spradlin piorou e ele não conseguiu resistir ao avanço da doença.

O governador da Carolina do Norte, Roy Cooper, lamentou a morte de Spradlin em comunicado reproduzido pelo site da Newsweek, e deixou um recado à população: “Este é um aviso severo de que, para algumas pessoas, a COVID -19 é uma doença grave. Todos nós devemos fazer nossa parte para impedir sua disseminação, ficando em casa o máximo possível e praticando o distanciamento social”.



COMPARTILHE