SUPERBANNER BONÉ RS

Com estoques baixos devido ao coronavírus, bancos de sangue precisam urgentemente de doações

Redação 89

Com estoques baixos devido ao coronavírus, bancos de sangue precisam urgentemente de doações imagem divulgação

A Fundação Pró-Sangue está com o estoque muito baixo e precisa urgentemente de doadores. Em fevereiro, a doação de sangue registrou forte queda, causada por situações que normalmente afastam os doadores dos postos de coleta, como o feriado do carnaval. Agora, com a pandemia do coronavírus, essa situação foi acentuada.

A informação de queda nos estoques de sangue foi dada na tarde desta terça-feira (17) pelo coordenador de Centro de Contingenciamento para o Coronavírus em São Paulo, o médico David Uip, durante coletiva na qual deixou claro que os doadores não correm perigo. “O lugar mais seguro hoje é no banco de sangue”, acrescentando que as pessoas podem ficar tranquilas para fazer suas doações.

Os sangues do tipo O+, O-, A- e B- estão em estado de emergência, ou seja, garantem o abastecimento por apenas um dia. Vale destacar que o sangue O+ está 75% abaixo do necessário, sendo que o O- está 70%.

Com o surgimento do novo coronavírus, recentemente a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Ministério da Saúde atualizaram os critérios de doação nos bancos de sangue como uma ação preventiva em todo país. Saiba todos os critérios AQUI.

Podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos e que estejam pesando mais de 50kg. Além disso, é preciso apresentar documento oficial com foto e menores de 18 anos só podem doar com consentimento formal dos responsáveis. O limite superior para a primeira doação é 60 anos. Ou seja, quem tiver 61 anos ou mais e nunca doou não pode doar mais.

Doadores com sintomas respiratórios como tosse, coriza, dor de garganta ou outros sinais infecciosos como febre, deverão aguardar um período de 15 dias. Pessoas que estiveram em países com casos confirmados de coronavírus ficam impedidas de doar sangue pelo prazo de 30 dias após retorno ao Brasil. Aquelas tiveram contato com paciente infectado ou com suspeita de doença também. Não há evidência de que a transmissão do coronavírus aconteça pelo sangue.

A situação do Pró-Sangue é parecida em outros hemocentros do país e a colaboração da população é fundamental para manutenção dos estoques de sangue e abastecimento da rede pública.

O site da Fundação Pró-Sangue pode ser acessado AQUI.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS