Dia Mundial do Rádio: veículo segue com fôlego renovado em 2020

Redação 89

Dia Mundial do Rádio: veículo segue com fôlego renovado em 2020 imagem divulgação

O Rádio é o meio de comunicação mais presente na vida do brasileiro. O dado está no 3° Atlas de Notícia, levantamento realizado pelo PROJOR em parceria com a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji), Intercom e 22 escolas de jornalismo.

A migração para o meio digital, o aumento dos chamados desertos de notícias, municípios sem a presença registrada de veículos jornalísticos, e o fechamento de veículos impressos são considerados fatores que contribuíram para o quadro.

Foram mapeados 13.732 veículos em todas as regiões do país. O segmento mais expressivo é o Rádio, que corresponde a 35,5% do total, diz a pesquisa reproduzida pelo site da Abert.

Com a recente popularização dos podcasts entre os brasileiros, o meio ganhou fôlego extra e mostrou que é importante na vida digital por disponibilizar conteúdo que pode ser consumido conjuntamente com outras atividades ou tecnologias.

E não somente no Brasil o Rádio registra números robustos, no Reino Unido o veículo segue disparado na liderança no consumo de áudio, com 88% de alcance semanal, o que representa 72% de todo o consumo de áudio por lá. O TudoRadio.Com ressalta que que há um recorte que mostra a variação desse alcance do veículo conforme a faixa etária analisada, sendo menor o volume entre o público mais jovem, mas com a liderança do Rádio sendo mantida.

Enquanto isso, nos Estados Unidos, o último relatório de Audiência Total de Áudio realizado pela Nielsen, publicado nesta quarta-feira (12) pela AllAccess.com, trouxe entre as descobertas que o alcance do streaming de áudio em smartphones aumentou de 45% no terceiro trimestre de 2018 para 64% no mesmo trimestre de 2019. Já o rádio terrestre (92%) e o rádio via satélite (16%) permaneceram estáveis, mas devem se beneficiar a partir de agora com a popularização de assistentes de voz e alto-falantes inteligentes, que registraram aumento de consumo de 36% para 40% e 22% para 29%, respectivamente. O Rádio é a principal ferramenta de conteúdo presente nesses novos equipamentos.



COMPARTILHE