“Chorão: Marginal Alado” ganha prêmio de melhor documentário na Mostra Internacional de Cinema de SP

Redação 89

“Chorão: Marginal Alado” ganha prêmio de melhor documentário na Mostra Internacional de Cinema de SP imagem divulgação

Depois de fazer grandes e emblemáticos shows pelo Brasil com os primeiro shows da turnê “Tamo Aí Na Atividade: Celebração ao Charlie Brown Jr”, a banda comemora o bom momento com o prêmio de melhor documentário nacional eleito pelo júri popular na 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo com o filme “Chorão: Marginal Alado”, do diretor Felipe Novaes e também festeja a bem-sucedida participação no Rock in Rio, que levou os fãs a grandes momentos de nostalgia.

“Chorão: Marginal Alado” narra a vida e a carreira de Chorão, líder da banda Charlie Brown Jr., por meio de imagens inéditas e depoimentos de amigos, familiares, funcionários e até mesmo desafetos. Entre as entrevistas estão depoimentos de João Gordo, Marcelo Nova, Zeca Baleiro, Serginho Groisman e Champignon, ex-companheiro de banda. Previsto para estrear no primeiro semestre de 2020 nos cinemas, o filme levou o prêmio da competição principal da 43ª Mostra de Cinema de São Paulo com votos do júri popular.

Foram 6 anos de pesquisa do diretor; além de material divulgado, o filme também contou com todo o acervo familiar de Chorão: “Entreguei 600 horas de material audiovisual bruto para os produtores do documentário com imagens dos shows, as viagens, a banda na estrada, nos camarins, os ensaios, as brigas e brincadeiras”, conta Alexandre Abrão, filho do Chorão.

A banda também comemora a participação no Rock in Rio. A mídia que realizou a cobertura do show destacou o grupo como uma das principais atrações do festival, principalmente pela comoção que causou no público. No show, além dos hits como “Proibida Pra Mim”, “Lutar pelo Que é Meu”, “Lugar Ao Sol” e “Só Os Loucos Sabem”, Chorão participou de maneira interativa em diversos momentos da apresentação em tempo real acompanhado pela banda que tocava ao vivo.

“O show é uma celebração ao meu pai, ao Champs e a história do Charlie Brown”, conta Alexandre Abrão, idealizador da turnê comemorativa.

O legado do grupo se mantém vivo junto aos fãs com números expressivos. O Charlie Brown Jr. é a banda brasileira de pop rock mais ouvida no Spotify, com média de 2,1 milhões de ouvintes mensais e 3,1 milhões de seguidores, além de ser o segundo artista brasileiro mais escutado fora do país na plataforma Deezer. Os músicos têm 27 músicas em primeiro lugar entre as mais tocadas nas principais rádios brasileiras. São 10 CDs gravados em estúdio, mais de 6 milhões de discos vendidos e um trabalho que rendeu dois prêmios no Grammy Latino.

Com os integrantes originais Marcão Britto na guitarra, Heitor Gomes no baixo, Pinguim na bateria e o Panda (La Raza) interpretando as músicas, o Charlie Brown Jr dividiu o palco este ano com artistas como Gabriel Pensador, Projota, Supla, Di Ferrero, Rael, com o norte-americano Mike Muir da banda Suicidal Tendencies, maior ídolo e influência de Chorão, e até com o hexacampeão mundial de skate Sandro Dias, amigo de longa data de Chorão.

Para 2020, a banda continuará a rodar o Brasil com a turnê “Tamo Aí Na Atividade: Celebração ao Charlie Brown Jr” e a ação social “Chorão Day – Um Lugar ao Sol”, que une artes urbanas, conscientização e atitude. O projeto traz atividades esportivas e de lazer e atendimentos à população direcionados à prevenção ao uso de substâncias químicas.

 

Via AI



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS


Mortgage Loans Refinancing Hemorrhoids Prevention Avenue Theme