Estudo científico revela que Ozzy Osbourne é “geneticamente um mutante”

Redação 89

Estudo científico revela que Ozzy Osbourne é “geneticamente um mutante” imagem divulgação

Um dos maiores ícones do rock, Ozzy Osbourne, foi escolhido em 2010 pela universidade de Cambridge, na Inglaterra, como cobaia para a análise de DNA de um “ser humano notável”.

Depois de nove anos de estudos, finalmente os pesquisadores anunciaram a descoberta de uma mutação nunca antes vista e que pode explicar a capacidade do músico de consumir drogas em grandes quantidades.

Além disso, o estudo identificou várias variações genéticas que o predispuseram às dependências de um bom número de drogas. Essa “blindagem” foi o que manteve Ozzy vivo depois de anos de abuso.

“Ozzy é de fato um mutante genético”, escreve Bill Sullivan em seu novo livro Prazer em Conhecer-me: Genes, Germes e as Forças Curiosas Que Nos Tornam Quem Somos, da National Geographic, lançado agora em agosto, em artigo publicado no New York Post e reproduzido nesta segunda-feira (12) pela revista Veja.

“Eu sempre soube que, no fim do mundo, restarão apenas baratas, Ozzy e Keith Richards [guitarrista dos Rolling Stones, também dono de um longo histórico de abusos]”, disse Sharon Osbourne, ao comentar a notícia, disponível na íntegra no site da revista Veja.

 



NOTÍCIAS RELACIONADAS


COMPARTILHE


Mortgage Loans Refinancing Hemorrhoids Prevention Avenue Theme