Exposição: Teresa Berlinck reconstrói memórias compartilhadas em “Vernacular”

Redação 89

Exposição: Teresa Berlinck reconstrói memórias compartilhadas em “Vernacular” Imagem divulgação

A artista, Teresa Berlinck, despertará através da exposição “Vernacular”, o desejo de figurar memórias afetivas compartilhadas por pessoas que testemunharam os mesmos tempos – e transitaram por espaços assemelhados. A série acontecerá no Espaço Breu em São Paulo, do dia 10 a 31 de agosto.

Composta por pinturas, monotipias, objetos têxteis e desenhos produzidos a partir de 2015, como parte de um mesmo processo de pesquisa, a mostra é uma investigação poética sobre lembrança, esquecimento, identidade social e história.

Trabalhando a partir de seu arquivo pessoal de fotografias e objetos domésticos, a artista recorre a imagens comuns na experiência de vida brasileira – espécies vegetais, elementos arquitetônicos e personagens – para recriar visualmente sensações relacionadas às próprias memórias. Ao articular lembranças e elementos visuais, à maneira livre e aparentemente ilógica das associações produzidas pelo inconsciente, cria paisagens subjetivas que transcendem a esfera do individual para evocar um contexto típico, castiço, vernacular.

Conhecida por sua produção em desenho, escultura, instalação e performance, Teresa trabalha frequentemente com sistemas de referência, desordenando narrativas e construindo associações entre memória e história. O universo de relações que explora em Vernacular se relaciona à “zona de penumbra” descrita pelo historiador Eric Hobsbawm em 2009: um “território de incertezas em que há um elemento afetivo” e onde “se misturam nossas lembranças e tradições familiares com o que aprendemos depois sobre determinado período.”

Teresa Berlinck 1962, é artista visual. Graduada em artes plásticas pela FAAP, com mestrado em Produção, Teoria e Crítica em Artes Visuais pela Faculdade Santa Marcelina, participa de exposições e ações desde 1982, em galerias, museus e instituições como Oficina Cultural Oswald de Andrade, Festival SESC Videobrasil, Museu da Diversidade Sexual, Galeria Vermelho e Galeria Millan – todos em São Paulo –, e Sesc São José do Rio Preto. Desde 1999, ministra cursos livres e oficinas de arte em seu ateliê, escolas e instituições.

Serviço
Exposição Teresa Berlinck / Vernacular

Abertura
Dia 10 de agosto, sábado, de 14h às 19h
Visitação
De 10 a 31 de agosto de 2019
De quinta a sábado, das 14h às 19h
Local
Espaço Breu
Rua Barra Funda, 444
Barra Funda, São Paulo
Tel.: (11) 3663 6899
www.espacobreu.com



NOTÍCIAS RELACIONADAS


COMPARTILHE