“Bohemian Rhapsody”: Rami Malek vence prêmio do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos

Redação 89

“Bohemian Rhapsody”: Rami Malek vence prêmio do Sindicato dos Atores dos Estados Unidos imagem divulgação

Mais um prêmio para Bohemian Rhapsody, a cinebiografia do Queen. Neste fim de semana Rami Malek venceu a premiação de Melhor Ator na cerimônia do SAG (Screen Actors Guild), o sindicato dos atores nos Estados Unidos.

Depois de ter obtido um Globo de Ouro com sua atuação de Freddie Mercury na produção, Malek disse que se sentiu muitíssimo honrado com esse novo prêmio. “É extraordinário receber essa premiação, quando vejo os atores que também foram nomeados. Sinto-me muito orgulhoso por estar aqui”, afirmou o artista em seu discurso de agradecimento.

Bohemian Rhapsody, que já arrecadou mais de 800 milhões de dólares nas bilheterias de todo o mundo, é destaque nesta temporada ao vencer o Globo de Ouro de Melhor Filme e ter recebido cinco indicações para o Oscar. No entanto, sofreu um baque na semana passada. A Glaad, uma das organizações LGBT mais importantes do mundo, desclassificou o longa de sua premiação anual de cinema após as novas acusações de abuso sexual contra o diretor Bryan Singer.

Numa declaração para a revista Variety, a entidade disse que sua decisão foi baseada nas denúncias publicadas numa reportagem da “The Atlantic”. Nessa matéria, quatro homens revelam ter tido relações com o diretor no fim dos anos 1990. Na época, todas as supostas vítimas tinham entre 13 e 18 anos. Singer nega as acusações e acusa a reportagem de homofobia.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS