Jonathan Davis, vocalista do Korn, divulga carta emocionante após morte de sua ex-esposa Deven

Redação 89

Jonathan Davis, vocalista do Korn, divulga carta emocionante após morte de sua ex-esposa Deven Getty Images/TMZ

O vocalista do Korn, Jonathan Davis, se manifestou pela primiera vez após a morte de sua ex-esposa Deven.

Deven Davis faleceu aos 39 anos de idade, no último dia 17, ela estava enfrentando problemas com álcool, psicológicos e familiares. A causa oficial da morte ainda não foi revelada.

No mesmo dia, o  TMZ relatou que Jonathan Davis já não vivia mais com Deven e pediu o divórcio em 2016. O curioso é que ele entrou com uma ordem de restrição de violência doméstica contra ela horas antes de saber de sua morte. Segundo apurou o site, o músico teria bloqueado a custódia de seus dois filhos, bem como privilégios de visitação.

Agora, sem revelar a causa da morte ou comentar sobre os acontecimentos negativos, Davis escreveu uma carta emocionante homenageando Deven, destacando o seu amor e alertando o risco de viver com problemas psicológicos e depressão:

O texto foi divulgado através da redes sociais do artista, leia abaixo:

Nos últimos dias, houve muitas especulações sobre o que realmente aconteceu quanto à morte da minha esposa, Deven, e eu quero que minha voz seja ouvida. Na última década, minha esposa esteve muito muito doente. Ela tinha uma doença mental séria e o vício era seu efeito colateral. Eu a amava com TODO o meu coração. Quando ela era ela mesma, ela era uma esposa, mãe e amiga incrível. Deven tinha um grande coração e nunca machucaria seus filhos ou qualquer um que amasse. Ela era uma pessoa incrivelmente formidável, altruísta, amável e hilária. Ela era cheia de vida e de alegria, e faria qualquer coisa para compartilhar isso com as pessoas à sua volta.

Eu tentei esconder o que estava acontecendo por muito tempo para protegê-la, mas por causa dessa tragédia que aconteceu com minha família, sinto que agora é a hora de compartilhar a verdade com todos vocês. Ela é a razão pela qual eu defendi tanto os que lutam pela saúde mental. Eu quero que sua história inspire as pessoas a buscar ajuda e não ter medo ou se esconder de sua doença.

Se você conhece alguém com uma doença mental, tenha compaixão e empatia, e saiba que eles não são pessoas más, eles estão sofrendo. Eu quero isso para inspirar a mudança. Quero que a lei da Califórnia mude para ajudar pessoas como eu a ajudarem outras pessoas a conseguir a ajuda de que precisam. Como alguém que está doente pode perceber que precisa de ajuda? Ela não estava bem o suficiente para perceber o quão doente ela realmente estava, e não foi capaz de conseguir a ajuda para si mesma que ela realmente precisava. Isso não deveria ter que acontecer com outras mães, ou qualquer um. Eu daria qualquer coisa para ter a chance de abraçá-la novamente. Eu daria tudo para os meus filhos terem a mãe deles de volta. Eu tenho conforto em saber que agora ela está livre de sua doença, e finalmente está em paz.

Deven, te amo, bebe. Eu nunca amarei alguém do jeito que eu te amei, e nunca vou superar ter te perdido. Eu prometo que farei tudo o que estiver ao meu alcance para educar nossos preciosos garotos da maneira certa, ensinar-lhes os bons valores que você tanto queria que eles tivessem e quebrar o ciclo de abuso que ambos tivemos quando crianças. Eu farei tudo o que puder para fazer os sonhos que você teve para o futuro se tornarem realidade em sua memória.

A sua tatuagem nas costas, o poema que escrevi para você quando começamos a namorar, dizia: “Mesmo na morte, estarei ao seu lado, meu amor”, em alemão. Juro um dia estar ao seu lado quando meu passeio aqui na terra acabar. Eu te amo, Luber.

💔

Uma publicação compartilhada por Jonathan Davis (@officialjonathandavis) em



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS