Como Ajudar
SUPERBANNER BONÉ RS

Muse lança novo single e Dominic Howard revela para a 89 que o grupo prepara turnê pela América do Sul

Redação 89

Muse lança novo single e Dominic Howard revela para a 89 que o grupo prepara turnê pela América do Sul imagem divulgação

Os caras do Muse disponibilizaram nesta quinta-feira (19) um novo single que leva o nome “Something Human”. A faixa integrará o sucessor de “Drone” que chegará ao mercado no mês de novembro.

A música tem uma sonoridade que aposta nos sintetizadores, enquanto que o videoclipe é totalmente inspirado nas produções cinematográficas da década de 80.

Utilize o player abaixo e curta o novo single do Muse:

A 89 conversou com o baterista da banda, Dominic Howard, que garantiu que nesse novo trabalho o Muse vai apresentar aos fãs um álbum completamente diferente dos seus outros discos. “Nós experimentamos bem mais do que no último trabalho”, revelou o músico na conversa com o nosso produtor, Wendell Correia. E tem mais: a banda já colocou a América do Sul no seu radar para promover o novo álbum.

Neste player você tem a entrevista exclusiva de Domic Howard:


A descrição da entrevista está aqui:

89FM: Vocês estavam em turnê na Europa. Como foi?

DOM: Foi bom! Nesse verão (verão no hemisfério norte), fizemos alguns shows na Europa, como no Rock In Rio Lisboa recentemente. Inclusive esse foi o último show. Fizemos também um show na Alemanha e alguns nos EUA. Esse verão tem sido mais leve em relação aos shows porque estamos gravando o álbum nesse meio tempo também. Nós terminamos os shows por enquanto e estamos finalizando o álbum. Tem sido um verão muito bom!

89FM: E como tem sido o processo de composição e gravação do novo álbum? Já tem um nome?

DOM: Não, ainda não tem nome. Nós estamos de decidir isso. Ainda não está pronto, estamos no processo de finalizar algumas coisas. Temos que terminar a gravação de algumas coisas em uma ou duas faixas. Então ainda não terminamos o álbum, porém não falta muito. E tem sido ótimo! Gravamos algumas partes nos EUA, onde eu estou agora. Fizemos em Malibu, em Londres e em vários lugares diferentes. Tem sido um processo muito legal, trabalhamos com algumas pessoas diferentes, como por exemplo o produtor Rich Costey novamente, nós não trabalhávamos com ele fazia um bom tempo. Então foi bom revê-lo e trabalhar com ele em algumas faixas novamente.

89FM: Qual é a diferença entre gravar nos EUA e em Londres?

DOM: Bom…Tem mais estúdios nos EUA (risos). Não sei dizer qual é a diferença, nós ficamos dentro de um estúdio. E cada estúdio tem suas próprias características e sensações. Você fica dentro de uma sala que às vezes não tem nem janelas, trabalhando nas músicas. Apesar da variedade entre estúdios você continua num ambiente que já tem familiaridade. Nós fazemos bastante gravações no Air Studios, em Londres, que é um local que gravamos muita coisa no passado. É um lugar incrível! Já nos EUA, tem vários estúdios incríveis em Los Angeles, lugares com muita história, que de alguma forma continuam funcionando, diferente de vários outros estúdios pelo mundo que não existem ou não funcionam mais. Então, Los Angeles é um lugar cheio de ótimos estúdios por todo lado.

89FM: Musicalmente, qual é a diferença entre esse álbum e o anterior?

DOM: Esse álbum definitivamente é bem diferente do anterior (Drones). É completamente diferente. Esse novo é mais dinâmico e diverso musicalmente. Nós tentamos experimentar bem mais do que no último trabalho. Então cada música tem sua característica própria, o álbum não soa igual do começo ao fim. Quando você faz um álbum, você tenta encontrar um equilíbrio entre fazer as coisas de um jeito que já sabe que faz bem, buscando também descobrir coisas novas e se desafiar, para não se repetir tanto. Isso é algo que sempre buscamos quando vamos fazer um álbum, mas dessa vez tentamos nos soltar mais e experimentamos bem mais.

89FM: Quanto a nova música “Something Human”, o que pode falar dela? Qual é o significado dela pra vocês?

DOM: Primeiramente, ela é uma música bem pessoal, sobre os sentimentos, ao invés de ser sobre algum tema grandioso ou amplo. Então, sobre sentimentos que provavelmente enfrentamos após muitos anos na estrada. E isso aconteceu várias vezes ao longo dos anos, depois de todo álbum, chega no final da turnê você quer sentir algo humano, sabe? A música é sobre isso. Acho que foi a primeira música que o Matthew (vocalista e guitarrista do Muse) escreveu, logo após o fim da turnê do disco Drones. E aquela turnê foi bem maluca, com os drones voando por aí toda noite. Além disso, fizemos muitos shows e assim a música é sobre essa sensação de terminar isso e querer voltar para casa, para poder relaxar e passar um tempo com a namorada e família.

89FM: O Matthew postou um vídeo cantando e tocando um trecho de “Something Human” numa versão voz e violão. Vai ter uma versão acústica da música também?

DOM: Sim, acho que sim. A música é meio que acústica já, porém deixamos ela bem mais Sci-Fi durante o processo de produção e gravação. Mas ela funciona muito bem também apenas com um violão e a voz do Matt. Então esperamos que tenha uma versão acústica também.

89FM: Vocês gravaram um clipe para a música também, né?

DOM: Sim. O vídeo é totalmente diferente de como a música soa. São bem diferentes, porém esse clipe tem uma certa conexão com o último que lançamos. Então com todos os vídeos que lançamos até agora há uma certa linha que liga todos. Pode não ser a narrativa, mas uma conexão de algum tipo, mesmo que seja em outra realidade. Então assistam!

89FM: Esta é a terceira música lançada desde o último álbum Drones. Essas músicas estarão no próximo álbum?

DOM: Estarão sim. Os três singles que lançamos até agora estarão no nosso novo álbum (“Dig Down”, “Thought Contagion” e “Something Human”).

89FM: Vocês pretendem lançar uma quarta música antes do álbum?

DOM: Acho que sim, é possível. Acredito que esse é o plano. Acho que o álbum deve sair em novembro, então ainda tem tempo pra sair mais uma música antes desse período. Essa é a intenção.

89FM: Vocês vão fazer uma turnê pela América do Sul após o lançamento do novo álbum?

DOM: Nós vamos sim. Nós ainda não definimos todas as datas, mas com certeza vamos tocar na América do Sul ano que vem! Não sei se teremos shows esse ano ainda. Vamos começar a turnê ano que vem e provavelmente vamos tocar na América do Sul no verão (hemisfério norte) ou alguma data próxima.

89FM: Ótimas notícias! Você é fã de futebol?

DOM: Eu sou digamos um fã de futebol em alguns momentos. Eu estive recentemente em Londres e como sabe a Inglaterra estava indo muito bem na Copa do Mundo. Por isso, o país inteiro praticamente estava muito empolgado acreditando que seríamos campeões…e então perdemos. Eu fui contagiado pela emoção de todo mundo nesse período.

89FM: Sim, foi muito triste para nós brasileiros também.

DOM: Sim, eu não vi o que aconteceu com o Brasil. Tive que perguntar para as pessoas o que tinha acontecido, pois o Brasil sempre é muito forte. Então não vi o que aconteceu com vocês, perderam cedo na competição né?

89FM: Nós também perdemos para a Bélgica nessa Copa do Mundo e fomos eliminados nas quartas de final.

DOM: Ah sim, eles são uma boa equipe!

89FM: O Muse esteve no cinema com o show do Muse – Drones World Tour. Como foi a experiência de se assistir na tela do cinema e ver um monte de fãs assistindo também?

DOM: Olha, foi bem estranho ver o show no cinema em uma tela gigantesca. Mas achamos que era a melhor forma de inicialmente lançar esse material que gravamos, esse “filme” do show que fizemos. Nós achamos que vendo assim numa tela bem grande e com um ótimo sistema de som, seria o mais próximo do que foi de fato o show. Mas foi uma experiência incrível e bizarra. E tenho certeza de que será lançado de alguma outra forma logo mais e as pessoas poderão ver na sua televisão de casa. Mas inicialmente, assistir assim no cinema foi o mais próximo de vivenciar a experiência que foi o show.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS