Conversamos com Jared Leto, do 30 Seconds to Mars

Wendell Correia

Conversamos com Jared Leto, do 30 Seconds to Mars Imagem divulgação

A 89 conversou com o Jared Leto, vocalista do 30 Seconds to Mars, sobre o mais novo álbum da banda “America”, lançado em abril deste ano.

Para divulgar o disco, os caras espalharam diversos postêrs em São Paulo, Jared revelou como surgiu essa ideia.

O vocalista também falou sobre o processo de composição e gravação das faixas e explicou a diferença entre esse trabalho com os anteriores.

Outro destaque da nossa entrevista, foi sobre a última passagem da banda pelo Brasil no Rock In Rio 2017.  Jared relembrou diversos momentos, inclusive suas parcerias com músicos brasileiros.

Quem trocou uma ideia com o vocalista foi o nosso produtor Wendell Correia. Ouça abaixo:


Transcrição da entrevista:

89FM: O Thirty Seconds To Mars está em vários postêrs em São Paulo, de onde veio essa ideia?
JARED LETO: Nós queríamos criar uma campanha para o álbum que não fosse apenas uma imagem, que fosse representado por várias ideias. Por isso tivemos a ideia de espalhar vários cartazes malucos pela cidade.

89FM: Sobre o novo álbum America, como foi o processo de composição e gravação das músicas e qual é a diferença entre este álbum e os anteriores?
JARED LETO: Foram cinco anos para chegar no resultado final. Nós exploramos diferentes estilos de música e estamos muito orgulhosos do álbum. Acabamos de fazer uma turnê na Europa para lançar as novas músicas e foi incrível. “Walk On Water”, “Dangerous Night”, “Rescue Me” – essas músicas têm muita energia e muito de nós. A resposta que estamos tendo é muito boa nos shows, sou muito grato por isso.

89FM: E falando sobre as músicas “Walk On Water” e “Dangerous Night”, por que essas foram as singles escolhidas?
JARED LETO: Apenas achamos que elas fariam mais sentido.

89FM: As letras têm muitas mensagens que pedem ajuda e falam de liberdade. Qual é o significado? É um álbum conceitual?
JARED LETO: O nome do álbum é America, e exploramos sim alguns conceitos emergentes em torno disso. Mas no final de tudo, é apenas música. Você ouve se gosta e se não gosta, apenas desliga. Nós não nos preocupamos muito com o conceito, apenas seguimos nossos corações e nossa intuição. E fazemos música do nosso jeito.

89FM: A Monolith Tour agora vai para os Estados Unidos. Estão preparando algo em especial?
JARED LETO: Nós sempre preparamos algo em especial. Mas estamos muito ansiosos para ir ao Brasil assim que possível. Nossa última viagem foi incrível, o Rio de Janeiro é sempre uma experiencia incrível. E não vemos a hora de poder estar no Brasil de novo.

89FM: O Thirty Seconds To Mars já fez uma parceria em uma versão da música “The Kill” com a Pitty e no Rock In Rio 2017, o Projota cantou alguns versos durante a música “Walk On Water”. Vocês tem intenção de fazer mais parcerias com artistas brasileiros?
JARED LETO: Seria incrível poder continuar colaborando com artistas brasileiros. É um país repleto de grandes músicos com uma cultura maravilhosa. Em nossa próxima apresentação do país, gostaríamos muito de convidar alguns artistas brasileiros e dividir nossa música em palco.

89FM: Ganhar um Oscar mudou algo em sua vida? Mudou sua forma de pensar ou seu processo criativo?
JARED LETO: Acho que não. É algo lindo, foi muito gratificante e uma honra recebê-lo. Mas não acho que tenha mudado o som da música que faço. Acho que tudo o que fazemos na vida nos modifica de alguma forma. Estamos muito animados em ir para o Brasil, ficamos sempre muito felizes em compartilhar nossa música com um país tão lindo com o Brasil. Sentimos saudades, esperamos ver vocês em breve!

89FM: E você pretende saltar na tirolesa de novo aqui no Brasil?
JARED LETO: Não sei, acho que já fui em muitas tirolesas na vida. Da próxima vez acho que vou apostar no paraquedas.



NOTÍCIAS RELACIONADAS


COMPARTILHE