“Estou achando muito louco este negócio de ser careta”, diz Rita Lee

Redação 89

“Estou achando muito louco este negócio de ser careta”, diz Rita Lee imagem divulgação

Um dos maiores nomes do rock nacional, Rita Lee, foi entrevistada pelo jornalista Pedro Bial em programa que foi ao ar na madrugada desta quinta-feira (04) pela TV Globo.

Entre diversos assuntos, a cantora contou que está há 11 anos sem usar drogas, desde que a neta dela nasceu. “Canalizei minha energia e estou achando muito louco este negócio de ser careta”, disse ao apresentador.

Entre os vícios que deixou para trás, destacou o álcool e o considerou o pior de todos. “Entrei em todas e saí de todas. Mas não faço discursinho de Madalena arrependida, não. As melhores músicas, eu fiz alterada e as piores também”, lembrou rindo.

Rita Lee ainda divertiu o público ao revelar que sua atividade física preferida é dormir, contou que cantou “Ovelha Negra” na cadeia quando foi presa na época da ditadura e falou sobre o sucesso de Rita Lee – Uma Autobiografia (Globo Livros)

Inclusive, encerrou a entrevista lendo a última frase do livro (sem perigo de spoiler): “A sorte de ter sido eu, de ter sido quem eu sou, de estar onde estou, não é nada , se comparada ao meu maior ‘Gol’. Sim, acho que fiz um monte de gente feliz.”



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS