Negada liberdade condicional para assassino de John Lennon

Redação 89

Negada liberdade condicional para assassino de John Lennon imagem divulgação

Pela nona vez, o assassino de John Lennon, teve a sua liberdade condicional negada pelas autoridades dos Estados Unidos.

Mark Chapman, que está hoje com 61 anos, foi condenado à prisão perpétua por ter matado o ex-Beatle em 8 de dezembro de 1980.

O juiz responsável pelo caso disse que apesar de seus esforços para provar que se converteu em um cidadão de bem, sua soltura seria incompatível com o bem-estar da sociedade.

Chapman poderá pedir novamente por sua liberdade condicional em 2018.



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS