Promoção - EU QUERO IR AO SUMMER BREEZE 89

Show de David Gilmour deixa claro que o Pink Floyd segue e seguirá vivo

Willian Maier

Show de David Gilmour deixa claro que o Pink Floyd segue e seguirá vivo imagem divulgação

O clássico “Wish You Were Here” foi a terceira canção apresentada no show de David Gilmour neste sábado (12) no Allianz Parque. Naquele momento já era possível sentir a forma hipnótica como o músico conduziria sua apresentação que traria novas músicas do recém-lançado álbum solo “Rattle That Lock”, mas não deixaria de lado os sons do Pink Floyd, que seriam cantados junto com a multidão.

Sim, aqueles senhores de poucos cabelos ou cabelos grisalhos se destacavam na arena, mas era notório que Gilmour conseguiu reunir um púbico eclético, que parecia englobar todos os estilos, todas as tribos, todas as gerações para cultuar o espírito do que entendemos por música.

david-gilmour-12-12-a

Foto: Marcelo Rossi

Smartphones e olhos ligados no palco que trazia um telão em forma de círculo com animações e filmes executados em sincronia com as músicas da apresentação, dando destaque para as imagens dos solos do guitarrista em canções como “Money” e “Us And Them”.

david-gilmour-12-12-b

Foto: Marcelo Rossi

O saxofonista brasileiro João de Macedo Mello, integrado há pouco tempo à banda de Gilmour, também se destacou. Ele recebia aplausos do público a cada solo em que aparecia no telão. Uma espécie de representação brasileira ali bem ao lado do mestre do Pink Floyd.

david-gilmour-12-12-c

Foto: Camila Cara

David Gilmour, um senhor de 69 anos bem vividos, foi sincero ao dizer ao público que faria um intervalo, que durou cerca de 20 minutos, para recarregar a energia. Ou seja, não rolou nada daqueles solos intermináveis de bateria, baixo e guitarra para “enrolar” enquanto o músico se recupera. Uma parada para o pessoal tomar uma bebida, tirar mais algumas fotos e estava ele novamente no palco em seu segundo set com “Astronomy Domine” e “Shine On Crazy Diamond”. A plateia estava mais uma vez em êxtase.

David Gilmour foi econômico na sua relação com o público, disse poucas palavras e conseguiu soltar até mesmo um “obrigado” em bom português. Voltou ao palco para o bis que faria muitos fãs do Pink Floyd se perguntar se era realmente verdade o fato de estar conferindo aquilo que os encantou a vida toda ao vivo. “Time” e “Comfortably Numb” foram os clássicos que fecharam uma apresentação memorável e encantadora. Um show que deixou claro que o Pink Floyd segue e seguirá vivo.

Aqui o set list do show de David Gilmour deste sábado (12):

set-list-david-gilmour-1

set-list-david-gilmour-2



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS