Corey Taylor comanda Slipknot e encanta público paulistano

Redação 89

Corey Taylor comanda Slipknot e encanta público paulistano imagem divulgação

Corey Taylor, vocalista do Slipknot, é um cara que frequenta os noticiários dos sites e blogs de todo o mundo com suas declarações polêmicas. Sempre que necessário, fala o que pensa e critica o que acredita estar fora da realidade. Atitudes que o fazem um dos maiores ícones do rock atual.

A 89 conversou com Taylor, que falou sobre sua carreira, o Slipknot, o Stone Sour e seu ponto de vista sobre o Brasil e o público que encontrou no Rock in Rio e encontraria nesta noite de domingo (27) na Arena Anhembi, em São Paulo.

Corey Taylor recebendo uma camiseta da 89

Corey Taylor recebendo uma camiseta da 89

A entrevista na íntegra fica para um outro momento, porque é necessário destacar a apresentação apoteótica que o Slipknot trouxe para a capital paulista, depois de finalizar a noite de sexta-feira no festival Rock in Rio como atração principal.

slipknot-arena-anhembi-corpo

Com uma intimidade que poucos possuem para interagir com a plateia, Corey Taylor comandou um público de 15 mil pessoas que pouco se importaram para a chuva que caia naquele momento. Pelo contrário, cantavam, gritavam e sacudiam suas cabeças, motivadas por palavras de Corey que ao início do show declarou que os paulistanos eram mais barulhentos que o público do Rio de Janeiro. Não demorou muito e surgiu o coro: “Chupa, Rock in Rio! Chupa, Rock in Rio!”.

slipknot-arena-anhembi-corpo3

A banda mascarada, em meio aos seus tradicionais efeitos especiais, abriu a apresentação com “XIX” e “Sarcastrophe”, do novo disco “.5: The Gray Chapter”, que serve de base para a atual turnê. No entanto, sucessos como “Psychosocial”, “Wait and Bleed”, “Before I Forget”, “Disasterpiece” e “Duality” não ficaram de fora e enlouqueceram a plateia, classificada pelo vocalista do grupo como uma das melhores do mundo.

slipknot-arena-anhembi-corpo2

Aqui o setlist do show de quase duas horas de duração, neste domingo (27) no Anhembi:

“XIX” + “Sarcastrophe”

“The Heretic Anthem”

“Psychosocial”

“The Devil in I”

“AOV”

“Vermillion”

“Wait and Bleed”

“Killpop”

“Before I Forget”

“Sulfur”

“Duality”

“Disasterpiece”

“Spit It Out”

“Custer”

BIS:

“(SIC)”

“People = Shit”

“Surfacing”

Fotos: Camila Cara



COMPARTILHE


NOTÍCIAS RELACIONADAS