Steven Tyler na luta contra os remixes

Willian Maier

Steven Tyler na luta contra os remixes imagem divulgação

O vocalista do Aerosmith enviou uma carta para o escritório de Patentes e Marcas dos Estados Unidos opondo-se à criação de uma licença compulsória, que permitiria a qualquer pessoa criar legalmente remixes e trabalhos derivados, sem obter permissão do compositor da canção.

Junto com a advogada Dina LaPolt, Tyler diz que está lutando por uma causa em nome dos músicos e suas criações e já tem apoio de gente como Ozzy Osbourne.

Segundo ele, a política de direitos a criatividade e a inovação na economia digital pode abrir uma brecha e permitir que um produtor não tenha que pedir autorização para os proprietários de uma música para fazer um trabalho com ela.

Tyler cita o caso da música “Walk This Way”, remixada em 1986 pelos rappers do Run-DMC, que se não fossem obrigados a pedir permissão de regravar a canção, talvez não tivessem incluído ele e Joe Perry, autor da canção, nessa nova versão.

A ação sobre o caso dos remixes e mash-ups já corre desde o ano passado e a votação ainda não tem data para acontecer.



COMPARTILHE