Daniel Galera vence o Prêmio SP de Literatura

Willian Maier

Daniel Galera vence o Prêmio SP de Literatura imagem divulgação

O livro “Barba ensopada de sangue” (Cia das Letras), de Daniel Galera, foi o romance vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura na categoria Melhor Livro do Ano de 2012.

“Desnorteio” (Patuá), de Paula Fábrio, foi vitorioso na categoria Melhor Livro do Ano de 2012 – Autor Estreante com mais de 40 anos, e “Antiterapias” (Scriptum), de Jacques Fux, venceu como Melhor Livro do Ano de 2012 – Autor Estreante com menos de 40 anos. Os premiados foram divulgados na noite desta segunda-feira no Museu da Língua Portuguesa em São Paulo.

Ao prêmio do governo do estado de São Paulo, inspirado no britânico The Man Booker Prize, só concorrem romances. A novidade nesta edição foi o desdobramento em dois da categoria de autor estreante – na qual só podem concorrer escritores que, pela primeira vez, publicam um romance. A partir de agora, são premiados autores estreantes com mais e menos de 40 anos. Trata-se da premiação literária com maior valor financeiro no Brasil. São R$ 400 mil, dos quais R$ 200 mil serão entregues a Evandro Affonso Ferreira, R$ 100 mil a Luize Valente, e R$ 100 mil a Raphael Montes de Carvalho.

Em 2013 concorreram ao Prêmio São Paulo de Literatura 168 obras. Dessas, 80 são de autores veteranos, 38 de estreantes com até 40 anos e 50 de estreantes com mais de 40. São livros de ficção no gênero romance, escritos originalmente em língua portuguesa, com primeira edição mundial no Brasil e cuja comercialização tenha ocorrido no ano de 2012.



COMPARTILHE