Bruce Springsteen vira matéria em curso de teologia

Willian Maier

Bruce Springsteen vira matéria em curso de teologia imagem divulgação

É bastante normal que os fãs de algum ídolo do rock o adorem com fervor religioso, mas que o trabalho desse artista seja alvo de estudo para se saber ao certo como as canções dele interferem na fé, passa a ser algo inédito.

Somente Bruce Springsteen conseguiu essa façanha ao tornar-se tema de um curso de teologia na Universidade de Rutgers, em seu estado natal, Nova Jersey.

O professor Azã Yadin-Israel, que coordena o curso de Teologia passou a ministrar aulas de um semestre sobre os fundamentos teológicos das letras de Springsteen, analisando como ele interpretou textos bíblicos em sua obra.

“Curiosamente, o músico se refere mais frequentemente ao Antigo Testamento que ao Novo Testamento”, disse Yaddin-Israel, explicando que ele reformula figuras e histórias bíblicas de forma descomunal.

O objetivo é saber como Bruce Springsteen escreve abertamente sobre a fé, consegue envolver os fãs e se manter como ícone da música, se relacionando com todas as vertentes.

Essa não é a primeira vez que o cantor aparece em um programa da faculdade. Princeton já oferece um curso de Sociologia da E Street: A América do Bruce Springsteen.



COMPARTILHE