Backstage 89

Willian Maier

Backstage 89 imagem divulgação

Tudo aquilo (e mais um pouco) que você gostaria de saber sobre o mundo do Rock N Roll!

Por Claudio Dirani

Mistério. Suspense. Expectativa. Três palavras que se identificam 100% com o novo do Arcade Fire, lançado oficialmente hoje nos Estados Unidos – e em breve por aqui.

Reflektor foi gravado e mixado em uma atmosfera cheia de sigilo. A missão: adiar até o máximo a possibilidade de o álbum vazar nos sites de torrent. Em uma ação de marketing cheia de esperteza, os canadenses decidiram disponibilizar o streaming do disco em seu próprio website na semana passada.

Making of
A produção de Reflektor começou em 2011, com faixas gravadas em um castelo, na Jamaica, e produção de Markus Dravs (Coldplay). O grupo canadense quis dar uma guinada ainda maior para fugir do som do CD anterior, The Suburbs, recrutando os serviços de James Murphy, do LCD Soundsystem. A intenção era buscar sonoridades e cores do New Order e misturar com as cores musicais do Haiti.

Brasil
Uma curiosidade interessante para os fãs brasileiros está na fonte de inspiração de “Black Orpheus”. Win Butler declarou que faixa foi baseada no filme brasileiro de 1959, Orfeu Negro (dirigido pelo francês Marcel Camus), um de seus filmes favoritos!
Confira as faixas de Reflektor:
“Reflektor”
“We Exist”
“Flashbulb Eyes”
“Here Comes the Night Time”
“Normal Person”
“You Already Know”
“Joan of Arc”
“Here Comes the Night Time II”
“Awful Sound (Oh Eurydice)”
“It’s Never Over (Hey Orpheus)”
“Porno”
“Afterlife”
“Supersymmetry”



COMPARTILHE