Quincy Jones diz que os Beatles eram “os piores músicos do mundo”

Redação 89

Quincy Jones diz que os Beatles eram “os piores músicos do mundo”

Quincy Jones, um dos maiores produtores da história da música, resolveu fazer declarações pra lá de polêmicas numa entrevista publicada nesta quarta-feira (07) pela revista Vulture.

Questionado sobre o que pensa sobre o rock, Jones classificou o gênero musical como “nada além de uma versão de brancos do rhythm and blues”. E sobre os Beatles, foi mais longe. Sobre as primeiras impressões que teve da banda, disparou: “Eram os piores músicos do mundo. Os filhos da mãe não tocavam nada! O Paul [McCartney] era o pior baixista que ouvi na vida. E o Ringo [Starr]? Bem, é melhor nem comentar”.

A respeito de Michael Jackson, acusou o Rei do Pop de copiar músicas: “Michael roubou um monte de coisas. Ele roubou muitas músicas”. Jones disse que “State of Independence”, de Donna Summer, e “Billie Jean”, de Jackson, possuem um riff muito semelhante. Curioso é que a canção criticada faz parte de “Thriller”, trabalho produzido pelo próprio Jones e simplesmente o álbum mais vendido de todos tempos.

O produtor também cutucou o U2 ao afirmar que o grupo irlandês não está fazendo mais um bom trabalho. “Eu adoro o Bono do fundo do meu coração, mas há muita pressão sobre a banda”, comentou Jones que elogiou outros nomes da música atual, como Bruno Mars, Kendrick Lamar e Mark Ronson.

Na entrevista, Quincy Jones ainda citou a música brasileira dizendo que Caetano Veloso e Gilberto Gil são os reis por aqui e revelou que todo ano visita as favelas do país.

Saindo do universo da música, outra polêmica do proturo de 84 anos ficou por conta de dizer que namorou com Ivanka Trump, filha do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, quando ela tinha pouco mais de 20 anos (ela tem hoje 36). Inclusive, numa outra recente entrevista, para a QG Magazine, Quincy Jones já havia revelado que tem 22 namoradas.



NOTÍCIAS RELACIONADAS


COMPARTILHE